Marketing de Relacionamento B2B e sua lealdade

Marketing de Relacionamento B2B e sua lealdade

De acordo com Philip Kotler, conquistar novos clientes custa de cinco a sete vezes mais do que manter os já existentes. Isso significa que mais do que conquistar novos clientes, o grande desafio é mantê-los por longo prazo.

A retenção de clientes é fator primordial para organizações de quaisquer segmentos, entretanto, para as empresas B2B esse desafio é ainda mais importante dado ao fato de que um processo de venda corporativa pode levar anos para ser fechado e dependendo do tipo de produto e complexidade de cada negociação pode representar custos altíssimos.

Conquistar a lealdade dos clientes é o principal meio para retê-los por mais tempo.  Note que usei o termo Lealdade de Clientes e não Fidelidade de Clientes como estamos acostumados a ouvir.

O conceito de lealdade e fidelidade para muitos é o mesmo, porém, acredito que o termo lealdade, neste contexto, está mais ligado a um sentimento de sinceridade e com valores emocionais.
Enquanto que a fidelidade esta relacionada a um compromisso e cumprimento de princípios morais.

Para exemplificar o que estou dizendo, imagine que um cliente esteja utilizando o seu produto ou serviço. Ele é fiel ao que ambas as empresas têm acordado. No entanto, ele pode não estar plenamente satisfeito com o seu atendimento, não trocando de fornecedor apenas por força contratual. Este cliente tem fidelidade, mas não lealdade à sua empresa.

O cliente fiel, para mim, é aquele que já está com você há anos e sabe o valor que ele tem para a sua empresa. Por isso, negocia descontos muito maiores a cada renovação de contrato ou exige benefícios e vantagens além dos que você lhe oferece. Já o cliente leal é aquele que valoriza o seu serviço ou produto, acompanha o seu trabalho, aponta os seus erros quando ocorrem e é justo na hora de negociar. Ele usa o seu produto ou serviço, está encantado com o atendimento e lhe indica para outras empresas.
Se falarmos no sentido acadêmico, a definição de nível de relacionamento entre empresa e cliente, se dá pelo emprego dos termos Satisfação e Fidelidade.

A satisfação, segundo Philip Kotler, consiste na percepção do desempenho do produto ou serviço comparado às suas expectativas, sendo que quanto maior o sentimento de superação destas expectativas, maior será o grau de satisfação do cliente.

À medida que os clientes se sentem plenamente satisfeitos e encantados, eles tendem a não trocar de fornecedor e a relação ultrapassa os motivos racionais e cria uma experiência de envolvimento emocional, gerando a fidelização. Para Kotler, clientes satisfeitos ainda trocariam de fornecedor, assim, para conquistar a fidelidade é preciso ir além da mera satisfação, é preciso encantar o cliente.

Por Priscila Falchi – Publicado originalmente no blog Implantando Marketing

Sobre o Autor

marketing administrator

Deixe uma resposta